OMG! Nooooo!

Ninguém faz sempre tudo aquilo que quer. Ao contrário — a gente cansa de ver as pessoas entrando em roubadas, isso quando não somos nós mesmo. O cara namora uma chatafeiagorda, o outro pega ônibus lotado, a menina leva cantada escrota na rua e você faz fila até para ir ao banheiro. Há situações que são inevitáveis, mas outras, que podem ser uma pedra no seu sapato, têm que ser evitadas a qualquer custo. Veja as dez principais.

1- Não use os correios

Não faça isso. Não mande cartas, documentos, objetos de qualquer natureza para nenhum lugar. Você tem que achar uma agência de correio, pegar fila de meia hora, pagar caro e ainda ouvir da atendente o aviso de que a categoria de remessa que você pagou não garante a entrega. Quer mandar algo para Fortaleza, por exemplo? Entregue pessoalmente e, aproveite, tire férias.

2- Não tenha notas de 50

Não use. Pra que? Ninguém troca. É o mesmo que não ter dinheiro nenhum. Se você tem um monte delas, mande para mim, eu dou um jeito.

3- Não namore uma Mulher Gay (se você é Homem)

Se ela resolveu abrir uma exceção (você!), não entre nessa, por mais que possa parecer divertido. Você vai ficar em deficit permanente e se é para ter dívida, melhor procurar o BNDES

4- Não namore um Homem Gay (se você é Mulher)

A carência leva a atos impensados — de ambos os lados. As mulheres podem se fascinar pela possibilidade de ser muito amiga de um exemplar do sexo masculino, ainda que homossexual. Daí começa um namoro que não dá em nada, literalmente. Afinal, sempre vai faltar aparato especializado e o vizinho parece que entende do assunto, cuidad

5- Não viaje só com homens (se você é homem)

Não dá, é insuportável. A última viagem de um grupo de homens que deu certo foi a campanha do exército brasileiro na Itália, durante a Segunda Guerra. No mais, você vai passar o tempo todo falando e pensando “naquilo”. E não vai acontecer nada.

6- Não viaje só com mulheres (se você é mulher)

Pior ainda. Deve ser muito divertido juntar um grupo de mulheres. Mas só por meia hora. Depois disso, o papo acaba, as histórias se repetem e, numa viagem, todas acabam reclamando de tudo o tempo todo.

7- Não obedeça aos computadores

Você é quem manda na sua máquina. Mas essa relação parece que muda com o tempo. É o computador quem determina que você precisa atualizar um programa ou um anti vírus. É ele quem diz que você tem arquivos demais. É ele, enfim, que sabe mais de você do que você mesmo. Dê um fim a esse autoritarismo. Compre uma máquina de escrever.

8- Não tenha chuveiros elétricos

Verdade: é o jeito mais barato de esquentar a água. Mas pensa bem: pode dar certo alguma coisa que coloca junto um fio 220 e água? Não é por acaso que esse tipo de chuveiro só existe no Brasil.

9- Não se relacione com máquinas

Isso inclui, principalmente, atendimentos realizados com gravações e menus longuíssimos. Se relacionamento com máquina fosse bom, você teria casado com uma enceradeira.

10- Não seja competitivo

O problema de competir é que alguém sempre perde e pode ser você. Ah, entendi: você é um “ganhador”? Então vá jogar na loteria.