colonia de nudismo_poucas_palavras

Ser solteiro não é apenas estar sozinho, não ter uma companhia fixa ou não ter compromissos. É uma condição que permite ter algumas experiências que não são possíveis aos casados e comprometidos. Se você realizou 50% delas, está no bom caminho. Se não, reconsidere: você é um solteiro por falta de opção.
1- Você já viajou ao exterior?
Depende de tempo e dinheiro, claro. Mas se você, solteiro, não conseguiu ainda sair do país, quem conseguirá? Ir para Buenos Aires ou até mesmo para os países clássicos europeus é fácil — aliás, qualquer casal vai. Aproveite sua liberdade e visite países e culturas diferentes, como Guiné Bissau, por exemplo. Você vai adorar cérebro de macaco assado, o prato típico local.
2- Já se perdeu na noite?
De repente, você não faz a menor ideia de onde está, nem com quem está. Você conhece alguém, bebe umas, uma coisa leva a outra e você se deixou levar. É um exercício de desapego à própria identidade. Mas não vale perder a memória.
3- Já namorou uma celebridade?
Não perca essa chance. Celebridades também namoram, ué. E será sempre uma história para contar. Em tempo: traficante não é celebridade.
4- já arriscou a própria vida?
O exercício do risco de vida é exclusivo dos solteiros. Claro, com segurança. Pular de para-quedas é muito comum. Que tal vestir a camisa do Corinthians no meio da torcida do Palmeiras?
5- Já fez um discurso em público?
Bêbado, com certeza. O importante é estar lúcido e o conteúdo do discurso é o de menos. Experimente mostrar a cara e ter a atenção de todos voltada para si. Provavelmente será uma vez só.
6- Já realizou sua maior fantasia sexual?
Essa é a sua chance. Pode ser que a sua fantasia seja namorar a primeira ministra da Alemanha. Não recomendamos.
7- Já foi a uma colônia de nudismo?
Liberdade mesmo é estar pelado no meio da multidão. Nessa situação, todos são iguais. Bom, nem tanto. Aquela tia de cem quilos é certamente diferente da gatinha de tornozelos finos.
8-já aprendeu algum idioma?
Se não, está perdendo tempo. Saber um idioma é abrir-se para o mundo e a vida. Mas não adianta nada você estudar aborígene, o idioma dos nativos australianos.
9- Já tem alguma cicatriz?
Cicatriz, não tatuagem. E não vale aquela marca na mão que sua irmanzinha fez, quando bateu a porta do quarto na sua cara.
10 – Já passou fome?
Claro que já: naquela noite em que a geladeira estava vazia, certo? Errado. Passar fome mesmo. Não de pobreza, o que é triste. Mas por circunstâncias da vida. Seria bom, você está precisando fazer uma dieta.