afrodisíaco_maca_poucas_palavras

 

Os incas já conheciam os poderes deste tubérculo, que viceja em altitudes superiores a 4 mil metros. Mas aquilo que parecia apenas uma lenda, cada vez mais adquire contornos reais. A maca, à primeira vista, não passa de um rabanete com cara de batata e gosto de amendoim. Mas ela é muito mais. Tem o grande poder de melhorar o fluxo sanguíneo, ser antioxidante, e por conta disto, atribui-se a ela ser o mais natural e eficaz afrodisíaco já encontrado. De fato, há estudos que apontam nessa direção. Um suco de maca é capaz de aumentar o desejo sexual, produzir ereções, fabricar mais óvulos e espermatozóides — enfim é uma panacéia sexual. Para homens e mulheres.
Ainda que os estudos não inspirem uma certeza absoluta — afinal, nessa área nunca é demais ter dúvidas — a maca tem feito milagres nas vilas dos Andes, não apenas na cama dos casais, mas, ao que tudo indica, no bolso deles também. O Peru teve uma receita de 7 milhões de dólares vendendo o tubérculo para fora, principalmente países do oriente. Há que se considerar a sabedoria oriental. Afinal, a planta não apenas melhora a vida sexual como, também, combate os sinais da velhice, produzindo mais força física e energia em geral.
No mercado, já existem produtos manipulados ou mesmo semi industriais cuja composição, afirma-se, possui contribuições da milagrosa plantinha. Mas não se pode confiar plenamente neles.
O melhor mesmo é colocar uma mochila nas costas e subir 4500 metros de altitude, nos Andes, para provar e comprovar uma das famosas receitas locais da meca: o coquetel ou suco de meca. Indicado para homens e mulheres.